Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Estrutura do inquérito

Inquérito à população

Os sem-abrigo de Lisboa

 

1.    Porque vamos fazer este inquérito?

Para perceber o grau de informação das pessoas acerca dos sem-abrigo e, também, para alertar para a situação em que estes se encontram.

 

2.    O que pretendemos saber?

Conhecer a opinião das pessoas acerca do fenómeno dos sem-abrigo e saber a reacção da população quando se deparam com estes casos.

Ver se existe alguma relação entre as diferentes variáveis (sexo, profissão, grau de escolaridade, grupo etário, religião, partido político, etnia, etc.) e as atitudes para com os sem-abrigo.

 

3.    Onde e a quem vamos fazer o inquérito?

Onde:

·         Baixa de Lisboa (núcleo)

·         Centro de Caneças (Periurbano)

·         A uma grande superfície (Colombo) (núcleo)

·         Casal de Cambra e Casal Novo (bairros)

·         Dª Maria (rural)

 

Quem:

·         Jovens (15-25 anos)

·         Adultos (26-36anos)

    (37-47 anos)

    (48-58 anos)

·         Idosos (idades iguais ou superiores a 59 anos)

Vamos abranger estas idades no nosso inquérito, porque queremos perceber se existem diferenças relevantes relativamente aos comportamentos que essas pessoas exercem para com os sem-abrigo.

    

 Até à próxima!

 


publicado por c_pandora às 14:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Análise das entrevistas

Análise das entrevistas
 
        A AMI, a VITAE e a EMAÚS são Instituições de solidariedade que visam o apoio às pessoas necessitadas (alcoólicos, toxicodependentes e sem-abrigo, entre outros) patrocinadas pela Câmara Municipal de Lisboa, Segurança Social e Banco Alimentar, no caso da VITAE. No entanto, as outras duas Instituições não recebem qualquer apoio a não ser aquele que lhes é dado por pessoas anónimas.
        Estas organizações organizam-se de diferentes formas. No caso da AMI é por pilares (missões Internacionais; trabalho interno a favor dos excluídos sociais; alertar das consciências e as preocupações ambientais) e actua em Portugal e ilhas e, ainda, em quarenta países estrangeiros; da VITAE, para além de actuar em Lisboa, tem alguns projectos em Moçambique; da EMAÚS, por Comunidades espalhadas por cinquenta e dois países do mundo e tem projectos com as Irmãs Concessionistas em Timor e em Moçambique.
        Todas estas Instituições ajudam os utentes sem-abrigo com roupa, comida, cama, banhos diários, medicamentos e respectivo apoio médico, oficinas de formação, Segurança social. No caso da AMI e da VITAE, apoio jurídico e psicológico. No caso concreto da AMI, um Clube de Emprego e, no da VITAE, barbeiro. A EMAÚS,  disponibiliza, ainda, dinheiro fornecido pela comunidade aos fins-de-semana para os sem-abrigo.
        Destas Instituições apenas a VITAE não aceita voluntários, mas, no caso das outras duas, qualquer pessoa maior de dezasseis anos o pode ser.
        Com as entrevistas realizadas chegámos à conclusão que qualquer pessoa, independentemente do seu estatuto social e do seu grau de escolaridade pode cair na situação de sem-abrigo. Porém, também podem chegar a esta situação por terem começado a consumir drogas ou álcool e terem problemas em casa, nomeadamente o divórcio.
        Estes indivíduos pertenciam a um agregado familiar com carências financeiras ou tinham vícios como a droga. No entanto, é impossível generalizar o meio social a que estes pertencem.
        Ao andarem pelas ruas, os sem-abrigo deparam-se com discriminação relacionada com a aparência física, discriminação racial e xenófoba.
        Estas pessoas, normalmente, reagem bem à ajuda proporcionada pelas diversas Instituições e aproveitam esse auxílio para se reintegrarem na sociedade.
        Segundo as Instituições, o nosso projecto deverá ser divulgado para, assim, sensibilizar a população em geral para a nossa realidade social.
 Texto escrito por: Ana Espírito Santo e Sara Inês
Até à próxima!
 

publicado por c_pandora às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Organizações de Apoio aos sem-abrigo

       Fizemos este filme caseiro como meio de mostrar aquilo que nós vimos quando realizámos as entrevistas nas diversas Instituições.

 

 

Filme realizado por: Ana Espírito Santo

Filme postado por: Sara Inês

Fotos por: Marta Ferreira e Neuza Alves

Até à próxima!


publicado por c_pandora às 23:23
link do post | comentar | favorito

*mais sobre mim


* ver perfil

. 1 seguidor

*posts recentes

* Despedida

* Gráficos com resultados d...

* Novidades

* Medidas de intervenção

* Isto inclui-me

* Campanha Isto inclui-me

* Da mesma campanha

* Campanha Isto inclui-me

* Campanha APAV

* Análise geral em função d...

*arquivos

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

*Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


*links

*arquivos

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

*pesquisar

 

*links

SAPO Blogs

*subscrever feeds